Tempo Parado

O tempo parecia ter parado

Porém, as folhas de cada árvore caiam, nasciam
Enquanto as plantas respiravam e os animais suas vidas viviam

Porém para mim, o tempo continuava parecendo estar parado

Apesar de toda a beleza da natureza, meu coração continuava triste, amargurado, cansado

Cansado de acreditar que novamente veria aquela que há muito o havia tocado

Então subitamente, como se sentisse a dor daquele pobre coração quebrado, a natureza derramou lágrimas, regando as plantas e promovendo a vida que O Bom Senhor havia aqui plantado

Então finalmente entendi o recado, e o relógio que para mim, por tempos ficou parado, voltou a girar como se as pilhas eu tivesse trocado

Entendi que de sonhos a vida é feita; e que as emoções servem para alimentá-los e tornar mais forte nossas raízes, nossa vontade de alcançá-los

Assim como uma planta, que precisa das estações do ano e das condições certas em cada momento, para que cresçam fortes e que um dia deixem seus galhos balançarem ao vento

Assim entendi, que a tristeza que eu sentia então
Não possuía demais servidão
A não ser fortalecer a emoção
E jamais deixar perder
Você do meu coração

E agora meu coração
Não mais continua cansado
E sim com grande esperança
De um dia ter você ao meu lado

Por mais que as vezes o tempo
Continue a parecer: parado.

 

© PAOLO VALLINARI 2020