Noite de Sono e Reflexões

Andando
Sempre em frente
Sob a árvore vermelha caminhando
Continuo eu andando
E andando
Vou encontrando
Pessoas
Leões
Seres estranhos
Que me barram em minha passagem
Passagem pela vida
Vida complicada
Mas também bem divertida
Oh Deus
Porque cutuca essa ferida?
Não entendo bem as coisas
Apesar de veterano
Em toda essa história
Me sinto meio perdido
Conseguirei eu a vitória?
Vitória tão desejada
Mas não adquirida
Em tantas outras vidas?
Então continuo seguindo pela estrada
A estrada da vida
Farei eu uma nova ferida?
Anda tudo tão confuso
Me sinto tão perdido
Mas sinto ao meu lado
A presença de um cupido
Talvez não um cupido
Creio ser um amigo
Que tanto me ajuda
A olhar um pouco meu próprio umbigo
Pois preocupado com os outros
As vezes esqueço de mim
E um perfume intenso me cerca
Um perfume de jasmin
Sinto-me cá boiando
Por aqui já vou parando
Pois não entendo mais nada
Nem o porque disso citando
Cérebro vai se desligando
E o sono vem chegando
Então cá vou me deitando
Boa noite
Mundo Insano

 

© PAOLO VALLINARI 2020