Menina de Franja

Por tanto tempo lhe esperei...

E agora o que faço?
Nada...
Deixando passar ao vento
A chance que conquistei

Mas será você mesma
Garota de cabelo preto
Aquela
Por quem tanto chorei?

Espero que sim
Pois não é provável
Eu me equivocar
E creio que não me equivoquei

Ao sentir coração
Bater mais forte
Quando olhei
Dentro do seu olhar

Sabe
Não estou legal
Não me sinto bem

Cada vez que sonho

Com você
E percebo que acordei...

E se essa dor
For doença gerada do amor
Acho que me contaminei

Creio ainda
Que esses sonhos
Se tornarão realidade

E que você estará
Ao meu lado na cama
Quando chegarmos
À terceira idade

E acredite
Moça de franja
Com todo amor te cortejarei
Até além dos dias
Que com você viverei

Espero que um dia
Sintas o mesmo
Por mim

Então
Após longa vida ao teu lado
Ao sentir um doce perfume
De uma flor de jasmin
Em paz partirei

Sabendo que do seu lado
Menina de franja
Uma história de amor eterno
Criei

Com um lápis
Sobre um simples pedaço de papel
E que realidade
O tornei

© PAOLO VALLINARI 2020