Malditas Pétalas

Hoje a sala
Está meio vazia
Ao contrário de minha mente
De meus pensamentos
Que me dão azia
Me sinto cada vez mais doente

Os amores sumiram
Porém não de meu coração
Assim demônios surgiram
Frutos da desaparecida paixão

Sendo bem dramático
Ninguém mais me quer
Era tão fantástico
Ter comigo uma mulher

Malditas pétalas!
Deram-me mal me quer...

Saudades delas
Todas pétalas de minha vida
Saudades daquelas
Que hoje me causam uma incurável ferida

 

© PAOLO VALLINARI 2020