Carta à Minha Mãe
(Concurso: Poesia para o Dia das Mães)

 

Mãe... como descrever
Este maravilhoso ser
Que com amor de mim cuidou
Antes mesmo de eu nascer?

Como posso te agradecer
Por tanta compaixão
Carinho, dedicação
Dedicação que resultou
Em minha geração?

Formas, palavras, sentimentos
Não encontro mais então
Mas saiba que meu amor por você
É de tamanha imensidão
E que você vive, e sempre viverá
Dentro do meu coração

Não é possível lhe explicar
Com exata proporção
O meu amor por ti
Ele é de enorme dimensão

Se algum dia lhe fiz chorar
De tristeza, me perdoe por favor
Nunca pretendi lhe magoar
Só dar-te o meu amor

E se já te fiz chorar
De alegria, de emoção
Fico realmente realizado
Pois cumpri minha missão

Conte comigo para tudo
Sempre que precisar
Seja com as tarefas de casa
Ou quando simplesmente
Quiser desabafar
Pois a minha mão
Eu sempre irei lhe ofertar

E quando perder as forças
E não puder nem mesmo andar
Serei a tua muleta
Onde poderás sempre se apoiar

Pois é o mínimo que posso fazer
Para poder lhe recompensar
Pela maravilhosa vida
Que tu me fez ganhar
Mesmo sabendo
Que isso é muito pouco
Perto do que eu realmente deveria lhe dar

Esta carta
Já estou a encerrar
E mais mil cartas seriam poucas
Pra conseguir me expressar
E dizer o quão me encanta
O brilho do seu olhar

Um feliz dia das mães te desejo
Assim como o meu mais amoroso beijo

E o meu maior presente nesse dia
É saber que mãe lhe tornei
E que o maior amor possível entre seres-vivos
O de uma mãe e um filho
Com você
Para a história deixei

Te amo muito!

 

© PAOLO VALLINARI 2020