Seja Bem Vindo!

    Compartilho aqui com você, caro leitor, minha obra: meus textos, pensamentos, composições músicas e poemas, com a proposta de dividir parte de mim, parte do que sou. Espero que através da abordagem de temas como o nosso eu interior, nossas emoções e o mundo ao nosso redor, dentre outros, possamos refletir de modo a encontrarmos meios de tornar a vida mais agradável e, quem sabe, o mundo um lugar melhor.

"Quando o poder dirige o homem à arrogância, a poesia lembra-o das suas limitações. Quando o poder limita a área das preocupações do homem, a poesia lembra-o da riqueza e da diversidade da existência. Quando o poder corrompe, a poesia limpa."

 

John F. Kennedy

Utopia

    Se algum dia meu nome for digno de algum mérito, de modo que eu venha a ter minha memória honrada de alguma forma, que isso ocorra num dia onde pessoas também possam honrar com minhas palavras e pensamentos. Em um dia em que minhas palavras mais sinceras, de fato, sejam creditadas e colocadas em prática; concretizadas por todos e para com todos.

    Num simples dia, como em qualquer outro. Num dia em que cada um vença o orgulho e o medo dentro de si. O orgulho e o medo de cumprimentar a quem lhe olha durante um simples caminhar na rua.

    Que vença a arrogância e a mesquinhez de olhos que assistem com desdém a um faminto jogado na sarjeta, observando a quem espera por um simples gesto de carinho, por receber um simples “bom dia”.

 

    Num dia em que não mais seja necessário ver um faminto na sarjeta, não por ignorar a própria visão, mas por esse nem mesmo estar mais lá.
    Um dia em que não existam mais moradores de rua, mais famintos, mais carentes de capital.
    Carentes de um lar, carentes de amor.
    Do amor de cada qual que tem medo amar.

    
    Enfim, em um dia que minhas palavras sejam honradas através de atitudes por aqueles que nelas enxergarem alguma importância, antes mesmo de minha memória - afinal, isso realmente é o que menos importa.
    Num dia em que a frase “amor ao próximo” finalmente se torne tão real e concreta quanto o lema de minha nação (Ordem e Progresso).

 

    Num dia, em que todos finalmente vençam as intempéries do mundo externo e o ego interno presente dentro de cada um para que, finalmente, possam exercer o que para alguns é chamado de utopia, mas que para mim, é nossa única grande verdade: a grandiosa e imutável, incontestável verdade, denominada, amor.

 

múSICA

Novo Single

JÁ DISPONÍVEL EM TODAS AS PLATAFORMAS DIGITAIS!

 

VÍDEO

 

AGENDA

 

PoeSIA

 
 

pensamentos

"Antes de julgardes pela aparência
Quero que saiba:

Conheci corpos bonitos
Que nada mais eram
Além de somente isso
Outrora, conheci mentes brilhantes
E corações radiantes
Externamente
Não tão cintilantes

A beleza é como uma faca de dois gumes
E pode machucar-te se fores desatento
Como uma moeda, tem suas duas faces
E diferente de uma, seus valores mudam conforme a que for escolhida

Cabe a nós saber
Qual lado dela realmente queremos enxergar."

 

"Não faça nada que possa causar-lhe um futuro arrependimento; outrora, faça impreterívelmente tudo aquilo que depois podes arrepender-se por não ter feito.


As oportunidades vêm e vão, e é necessário observar sábia e cautelosamente quais dessas de fato oportunidades são e quais são armadilhas da vida, para assim, não cometer erros irreparáveis.

Afinal, a vida é muito curta para lamentarmos pelo que foi e pelo que poderia ser."

"Luta para erguer-te como um arranha-céu, mas se em meio a tropeços cair a ponto de tocar o solo, lembra-te: do chão é mais fácil atentar aos detalhes, perceber coisas e erros que, à altura das estrelas, seriam invisíveis.

 

Portanto, faça das tuas quedas oportunidades de reavaliar tua conduta, lembrando-te que até mesmo o maior e mais belo dos edifícios, desaba se não tiver sua base bem estruturada."
 

"Nem sempre é o tamanho do seu talento que te faz brilhar, mas sim, a intensidade da luz que você irradia."

"Aprecio a beleza, mas admiro a sapiência."

"O que difere o sábio do culto é nada mais senão sua capacidade de abster-se de sua vaidade, uma vez consciente de suas próprias limitações."

"É antigo o ditado que diz que não se deve julgar um livro pela capa, mas vejo que a ignorância é mais antiga ainda."

"Entre os mais diversos instrumentos a serem tocados como forma de transmitir amor, aquele que emite o mais belo som é o coração.

Biografia

    Nascido em São Paulo - Brasil, Paolo Vallinari pondera sobre o mundo desde criança. Seus pensamentos sempre pairaram sobre questões sociais e políticas, como a falta de amor e cuidado da humanidade com a natureza e com aqueles maltratados pela sociedade, seja por raça, sexualidade, aparência, status financeiro ou estilo de vida.

 

    Com cerca de 8 anos, adotou o vegetarianismo e começou a escrever pequenas histórias de fantasia, além de alguns poemas para seus amores de infância. Depois de anos em hiato, em 2011 escreveu um poema intitulado "Tempo Parado", inspirado pela chuva que caía em seu jardim, voltando a transpor seus pensamentos sobre a vida e o mundo para o papel, fosse através de canções, poemas, textos, sonetos ou citações. Como esperado, questões políticas, ambientais e sociais são assuntos geralmente abordados por ele. Ao mesmo tempo, também escreve muito sobre o amor, muitas vezes usando sua própria experiência de vida como inspiração e base para produzir seu trabalho.

    Em 2012, ingressou na Universidade Anhembi Morumbi para aprimorar seus conhecimentos em produção fonográfica e musical. Juntando-se a seus antigos colegas de faculdade, em 2018 gravou seu primeiro single, Passarinho, feito em memória de seu pai depois que ele faleceu em maio de 2012. A música foi lançada em 2019 na data em que o Dia dos Pais é comemorado no Brasil (11 de agosto), sendo bem recebida pela crítica. Exatamente dois meses depois, o videoclipe da mesma foi lançado, iniciando assim o jovem artista em sua promissora jornada musical.

"Para ser o que sou hoje, fui vários homens e, se volto a encontrar-me com os que fui, não me envergonho deles. Foram etapas do que sou. Tudo o que sei custou as dores das experiências. Tenho respeito pelos que procuram, pelos que tateiam, pelos que erram. E, o que é mais importante, estou convencido de que minha luz se extinguiria se eu fosse o único a possuí-la."

 

Goethe

 
 

fOTOS

Assine a newsletter
 

© PAOLO VALLINARI 2020